O agente de viagens independente é responsável por auxiliar clientes em todo o processo que envolve o planejamento de uma viagem.

Isso inclui desde o contato inicial para saber quais os destinos desejados até a emissão de passagens aéreas ou terrestres e reservas de hotéis.

A função do agente de viagens independente é viabilizar uma viagem tranquila ao cliente.

Agente de viagens independente pode ser MEI?

Sim, esta é uma das profissões que são classificadas como aptas para requerer o registro de microempreendedor individual.

A categoria de agente de viagens independente MEI é, justamente, a Agente de Viagens, sob o código CNAE 7911-2/00.

Este é o primeiro passo para se formalizar como microempreendedor: conferir se a sua ocupação está na lista e em relação ao agente de viagens independente MEI, nós vimos que está sim.

Abaixo, você encontra mais informações sobre esta categoria, além da tabela com a hierarquia da profissão. 

Dúvidas comuns sobre a atividade de agente de viagens independente MEI

Tirar o registro de microempreendedor individual pode trazer à tona muitas dúvidas. Será que vale a pena ser um agente de viagens independente MEI? Quais as vantagens? Será necessário pagar imposto? Por isso, reunimos neste texto as principais informações sobre esta atividade. Confira!

– Quais as formas de atuação do agente de viagens independente MEI?

Para entender seu ofício, é preciso compreender o que é o agente de viagens independente. Mas a explicação é bem simples: este profissional trabalha por conta própria orientando e dando todo suporte à clientes que almejam viajar, seja pelo Brasil ou para fora do país.

Nos tempos atuais, essa assessoria pode ser tanto presencial como virtual. Cabe ao profissional decidir qual o melhor método para ele.

– Como abrir um MEI para agente de viagens independente?

O MEI surgiu da necessidade de regularizar muitos trabalhos informais no país e, para isso, precisava ser um processo simples e, principalmente, gratuito.

Para conseguir o registro, é necessário checar se a sua profissão consta na lista oficial da categoria e o agente de viagens independente é uma delas.

Em seguida, vá até o site oficial do Portal do Empreendedor. É lá que o registro do seu pequeno negócio será formalizado.

Aliás, é válido destacar que para ser um MEI de agente de viagens, o seu faturamento anual não pode ser superior a R$ 81 mil, o que resulta em uma receita mensal de R$ 6.750,00.

Cumpriu com este pré-requisito? Pois bem, saiba que você também não pode ser dono, sócio ou administrador de qualquer outro empreendimento e o seu negócio só pode ter um funcionário contratado.

Se você segue todas estas regrinhas, então é hora de solicitar o seu registro como MEI. Lembra que estamos no Portal do Empreendedor, certo? Lá você deve clicar na opção “Quero ser MEI” e depois em “Formalize-se”.

É nesta etapa que o cadastro para o MEI de agente de viagens será feito. Informações como telefone, endereço, CPF, RG e título de eleitor serão necessárias.

Além disso, também é preciso informar o código da atividade de agente de viagens independente que é o CNAE 7911-2/00.

Ao final, guarde o certificado que constata a criação do MEI e vá até a Prefeitura de sua cidade para registrar o seu negócio.

Logo após este processo, já é possível emitir nota fiscal com o CNPJ de agente de viagens independente MEI.

– Como funciona um MEI de agente de viagens independente?

O MEI (microempreendedor individual) é a porta de entrada para que um profissional autônomo possa ter um CNPJ, emitir notas fiscais e ainda ter benefícios previdenciários.

E assim como o profissional tem diversas vantagens, ser MEI também requer o cumprimento de algumas obrigações, como o pagamento mensal do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) e realizar a Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN-SMEI).

Vale destacar que este profissional não está isento de pagar tributos. Muito pelo contrário, o agente de viagens independente MEI paga impostos sim, mas em um valor reduzido. O Pis e Confins, Imposto de Renda e ISS estão inclusos dentro do valor do DAS.

Ter estes pagamentos em dia garante ao agente de viagens independente MEI que ele receba aposentadoria por idade, salário-maternidade, pensão por morte, auxílio-doença, entre outros benefícios.

Isso é possível porque o profissional, apesar de trabalhar por conta própria, está contribuindo para o Regime Geral da Previdência Social.

– O que não se encaixa nas atividades de agente de viagens independente?

O CNAE de agente de viagens independente MEI contempla muitas vertentes. Nesta descrição, por exemplo, o profissional pode atuar organizando e vendendo viagens, pacotes turísticos e excursões, fornecer informações ao cliente, realizar o planejamento, dentre outras inúmeras atividades.

No entanto, ele não funciona para atividades de operadores turísticos, ou seja, ele não organiza as idas aos museus, os restaurantes, nem nada disso. Esta é uma outra subclasse do CNAE chamada operadores turísticos.

Atividades permitidas para Agente de viagens independente MEI

Código Descrição
7911200 Venda de pacotes de viagem
7911200 Venda de programas e pacotes turísticos
7911200 Venda de viagem de turismo
7911200 Serviços de fornecimento de informações, assessoramento e planejamento de viagens
7911200 Serviços de assessoria técnica de turismo
7911200 Venda de viagem turística
7911200 Organização e venda de viagens e pacotes turísticos
7911200 Assessoramento e organização de viagens planejamento
7911200 Venda de excursões
7911200 Turismólogo
7911200 Agência de turismo
7911200 Serviços de reserva de hotel
7911200 Serviços de agência de viagem
7911200 Serviços de agenciamentos turísticos
7911200 Venda de pacotes de viagem marítima
7911200 Agência de empresa estrangeira de venda de passagens aéreas
7911200 Intermediário na venda de passagens aéreas

CNAE Agente de viagens independente MEI

Hierarquia de atividades
Seção N Atividades administrativas e serviços complementares
Divisão 79 Agências de viagens, operadores turísticos e serviços de reservas
Grupo N Atividades administrativas e serviços complementares
Classe 79112 Agências de viagens
CNAE 7911200 Agências de viagens

Ferramentas para a atividade MEI de agente de viagens independente 

Por se tratar de atendimento ao público, o agente de viagens independente MEI precisa ser uma pessoa com paciência, organização e boa comunicação. Domínio de línguas estrangeiras como o inglês e o espanhol fazem toda a diferença.

No mais, o profissional tem que saber lidar com planilhas, e-mails, cotações em diferentes moedas, entre outras ferramentas.