Com estratégias, feedback e as informações certas em mãos, o MEI pode criar uma experiência personalizada para quem consome seu produto ou serviço

 

Independentemente do tipo de serviço ou produto, todo empreendedor sabe o quanto é importante conhecer o seu público-alvo. Mas o problema é quando essas informações servem apenas para chamar a atenção das pessoas para a venda! Hoje, além da qualidade e do preço justo, é fundamental ter originalidade e um atendimento exemplar para alcançar a tão sonhada fidelização do cliente.

Afinal, qual é o MEI que não quer ter uma relação duradoura com o seu público, com as mesmas pessoas gerando receita todo mês e ainda indicando o seu trabalho para os outros, não é mesmo? Porém, se você não sabe por onde começar, tenha calma! Nós separamos algumas dicas e estratégias que certamente irão te ajudar.

Atendimento

Antes de falar sobre o pós-venda, nós não podemos fugir do básico – e que muitas vezes acaba sendo menosprezado por muitos empreendedores. De acordo com uma pesquisa realizada pela Hibou, publicada em 2021, ser bem atendido é essencial para 94% dos consumidores brasileiros. Contudo, apenas 11% disseram estar totalmente satisfeitos com o atendimento que recebem das empresas.

Ou seja: investir nesse quesito precisa ser o primeiro passo em busca da fidelização do cliente! Isso significa: ter vários canais de atendimento, como e-mail, telefone, WhatsApp e redes sociais; responder as pessoas o mais rápido possível, não deixando ninguém sem um posicionamento da empresa; e, obviamente, atender sempre com paciência, cordialidade e simpatia.

Cadastro

Geralmente, os microempreendedores individuais não costumam ter uma base enorme de clientes, com milhares de pessoas. Isso facilita para que você crie um cadastro de consumidores e o mantenha sempre atualizado. Os dados que podem ser coletados são: endereço, número de telefone, e-mail, profissão, data de aniversário e até redes sociais – desde que eles aceitem esses registros, é claro!

Mais do que se organizar em relação a nomes, prazos e entregas, essas informações servem de base para criar um contato mais próximo, entendendo os desejos, as necessidades e o estilo de vida de cada pessoa.

Feedback

Sejamos sinceros: a boa experiência na compra, sobretudo pela qualidade de comunicação, não significa que a fidelização do cliente já estará 100% concluída. Tenha em mente que, às vezes, você vai precisar lidar com críticas, sugestões e reclamações. Mas isso não é o fim do mundo! Escutar o que os consumidores têm a dizer sempre traz aprendizados. E que tal colocar isso em prática antes mesmo que os problemas possam surgir?

Separar um tempo para realizar pesquisas de satisfação é uma maneira simples de adquirir um conhecimento mais amplo sobre como as pessoas estão vendo o seu produto ou serviço. Será que a mensagem que você tenta passar está sendo percebida por eles? Será que eles realmente enxergam valor no seu produto e indicariam sua empresa? Essas dúvidas podem ser tiradas por programas gratuitos de questionamentos, como o Formulários Google, ou mesmo diretamente a um cliente – de maneira natural e não invasiva.

 

LEIA TAMBÉM

 

Fidelização do cliente propriamente dita

Todas as estratégias citadas acima são maneiras de desenvolver uma experiência personalizada. Mas se tem uma coisa que o público também gosta é a possibilidade de levar vantagens. Por isso, MEI, pense em programas de fidelidade, nos quais a continuidade de contratação de serviços ou a compra de novos produtos venham acompanhadas de descontos, prêmios, bônus e sorteios.

Esse tipo de iniciativa precisa ser atraente, despertando o desejo de ser alcançado. Isso sem falar, é claro, de uma boa apresentação – seja pessoalmente ou com peças de marketing nas redes sociais.

 

E aí, gostou das dicas? Agora que você já está a par do assunto, é bem lembrar que a realidade no qual você e o seu negócio estão inseridos também fazem a diferença na hora de pensar nesse relacionamento com as pessoas.

Pense, pesquise, seja criativo!

Conte com a #DicasMEI para tirar suas dúvidas e crescer cada vez mais em sua jornada pelo mundo do empreendedorismo.