O agente matrimonial independente é o famoso casamenteiro ou cupido. Este profissional é responsável por intermediar e marcar encontros entre pessoas desconhecidas, que possuem afinidades e almejam conseguir um relacionamento.

O que um agente matrimonial independente faz nada mais é do que unir pessoas e ajudar no desenrolar de um possível romance, criando encontros românticos e auxiliando nos passos seguintes, que podem chegar ao casamento inclusive. 

Agente matrimonial independente pode abrir MEI? 

A pessoa que atua como agente matrimonial independente pode ser MEI por meio do CNAE 9609-2/02 – Agente matrimonial. 

O casamenteiro que optar pelo MEI se beneficiará de diversos direitos e facilidades que a categoria oferece a seus profissionais. 

Dúvidas comuns sobre a atividade de agente matrimonial independente MEI

Confira a seguir um guia com informações completas sobre como ter e usufruir do MEI de agente matrimonial independente. 

Quais são as formas de atuação do agente matrimonial MEI?

O agente matrimonial independente pode atuar de diversas formas. A maioria opta por ter uma plataforma digital, ou seja, um site no qual seus clientes possam se inscrever e, então, ter seus dados cruzados pelo casamenteiro para conseguir o par ideal. 

Além disso, este profissional pode promover encontros para que diversos interessados possam conhecer outras pessoas e passar um tempo maior de interação e se conhecerem melhor. 

São diversas as formas de atuação do agente matrimonial e, ao aliar sua criatividade e expertise, este empreendedor consegue se tornar realmente um verdadeiro cupido. 

Como abrir MEI para agente matrimonial independente?

Não tem segredo nenhum para abrir o MEI, afinal, este é o enquadramento que apresenta as maiores facilidades para profissionais de diversos segmentos formalizarem seus negócios. 

O passo inicial é verificar se a atividade desejada está inserida em um dos inúmeros CNAEs disponíveis, como é o caso do agente matrimonial. 

Em seguida, o empreendedor deve acessar o Portal do Empreendedor, que é a única plataforma oficial e gratuita para a abertura do MEI.  

Posteriormente, clique na opção “Formalize-se” e preencha todas as informações requisitadas pelo site, entre elas nome completo, CPF e endereço. 

Neste momento também será preciso indicar a atividade CNAE em que deseja atuar, por isso, vale redobrar a atenção para não errar. 

Após a inclusão de todos os dados, o cadastro é finalizado e o site gera automaticamente o Certificado MEI, que pode ser impresso ou salvo em seu dispositivo. Este é um documento valioso, já que traz todas as informações de cadastro e o CNPJ do profissional. 

Na sequência, o empreendedor deve procurar pela prefeitura de sua cidade para checar como deve ser feito o cadastramento de seu CNPJ. Este passo é importante para quem deseja abrir um espaço físico e também emitir notas fiscais de seus serviços. 

Em algumas cidades, é possível concluir esta fase pela internet, outras localidades ainda requerem que o cadastro seja presencial. Vale a pena se informar. 

Um ponto importante para quem deseja ter um MEI: todo o procedimento de abertura no Portal do Empreendedor é gratuito e isento de qualquer taxa.  

Como funciona o MEI para agente matrimonial independente?

O MEI (Microempreendedor Individual) foi criado em 2008 pelo governo federal e, desde então, se tornou o formato mais fácil e rápido para quem deseja empreender no País. 

Apesar de abranger mais de 400 atividades, algumas profissões não podem ser enquadradas nesta modalidade por possuírem uma entidade de classe representativa. É o que acontece com dentistas e engenheiros, por exemplo. 

No caso do agente matrimonial MEI, o cadastro pode ser realizado normalmente, mas o profissional deverá atender a alguns requisitos; Veja abaixo. 

  • Não ser sócio em outra empresa; 
  • Contratar no máximo um funcionário;
  • Possuir um faturamento anual de até R$ 81 mil; 

Por ser um formato de pessoa jurídica e exigir dos empreendedores um CNPJ, o MEI requer que algumas obrigações fiscais sejam seguidas, entre elas realizar a declaração anual de faturamento (DASN-SIMEI) até o dia 31 de maio de cada ano. 

Mas afinal, o MEI agente matrimonial independente paga imposto

Sim, é necessário realizar o pagamento mensal do boleto DAS MEI (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). 

Esta é a única contribuição do agente matrimonial MEI e, diferente de impostos de outras modalidades, possui um valor baixo e fixo. 

Ainda em relação a impostos, o profissional MEI não terá obrigações com tributos federais, entre eles o PIS, Cofins e Imposto de Renda. 

Quais os benefícios do MEI agente matrimonial independente?

A isenção de impostos que oneram muito o bolso do empreendedor é apenas uma das vantagens de quem opta por abrir o MEI. 

Os profissionais enquadrados neste formato contam com diversos benefícios previdenciários, como salário maternidade, aposentadoria por invalidez e por idade, auxílio reclusão, pensão por morte e auxílio doença. 

Mas para garantir todos estes importantes direitos, é necessário estar sempre em dia com o pagamento do boleto DAS. 

Além disso, caso contrate um funcionário, o dono do negócio irá arcar com uma carga tributária bem menor do que a paga em outras modalidades jurídicas. 

Outro benefício que o agente matrimonial MEI terá é o acesso facilitado a linhas de créditos em diversas instituições bancárias. 

O que não se encaixa nas atividades de agente matrimonial?

Este profissional possui uma atividade bem direcionada, atuando como ponte para que casais sejam formados. 

Por isso, o CNAE de agente matrimonial independente não enquadra pessoas que organizam festas de casamento, como cerimonialistas, por exemplo.

CNAE Agente matrimonial independente MEI

Hierarquia de atividades
Seção
Divisão
Grupo
Classe
CNAE

Ferramentas para a atividade MEI agente matrimonial independente 

As ferramentas necessárias para desenvolver o trabalho de agente matrimonial MEI vão depender do formato de atuação deste profissional.

De modo geral, será necessário ter um site no qual as pessoas possam se inscrever e até mesmo interagir. 

Caso seja necessário, o empreendedor pode ter um espaço para que os interessados se conheçam ou ainda para que seja possível promover reuniões com diversos clientes, realizando dinâmicas e estreitando relacionamentos.