Outrora romantizado, o vício no trabalho traz mais prejuízos do que benefícios – seja em relação ao trabalho ou mesmo na questão de saúde

 

“Trabalhe enquanto eles dormem. Estude enquanto eles se divertem. Lute enquanto eles descansam. E depois viva aquilo que eles sonham”. Você provavelmente já esbarrou nessa frase em alguma rede social, não é mesmo? Isso se já não a compartilhou e tomou como verdade absoluta! Mas fique tranquilo, MEI: não estamos aqui pra julgar ninguém, apenas queremos que você descubra a importância do sono.

Afinal, em um primeiro momento, a intenção do autor parece ser boa, no sentido de nos motivar a ter uma vida mais intensa e que colhe os resultados do nosso trabalho. O problema é que, a longo prazo, esse tipo de comportamento pode fugir do controle e gerar estresse, cansaço e exaustão emocional.

 

#EntrevistacomEspecialista: Como a inteligência emocional ajuda o MEI a prosperar nos negócios?

https://blog.dicasmei.com.br/entrevista-com-especialista/como-a-inteligencia-emocional-ajuda-o-mei-a-prosperar-nos-negocios/

 

A importância do equilíbrio

O avanço tecnológico nos dá a sensação de que o tempo passa mais rápido. São muitas as redes de contatos, são muitas as informações que chegam por minuto, são muitas as demandas por respostas – e elas não se importam mais se você está em casa, no trabalho, no restaurante ou no transporte.

Por isso, a partir do momento que a carga horária começa a extrapolar constantemente, é momento de refletir.  Inclusive em relação ao home office! Até porque quantidade nem sempre se traduz em qualidade. O trabalho será saudável enquanto não aprisiona a pessoa na necessidade constante de falar sobre carreira e agir pelo dinheiro. 

No caso do microeemprendedor individual, a situação é ainda pior. Inicialmente pode ser interessante, pois a velocidade dos resultados é satisfatória. Porém, ele estará isolado, sem o acompanhamento de um setor de RH, bloqueando sua sociabilização. 

Cuidado com a saúde

Cada vez mais falada nos últimos tempos, a Síndrome de Burnout consiste justamente no esgotamento físico e mental causado pelo trabalho. Se a prevenção for deixada de lado, a única forma de tratar é com um suporte psiquiátrico e psicológico! E ninguém quer obter dinheiro e relevância se esse for o preço a ser pago, certo?

Dificuldades  cognitivas, falhas  de  memória, insônia, gastrite, hipertensão… Isso sem falar da ansiedade, das fobias, ou mesmo da depressão! Então, trate de criar uma rotina saudável e escute os sinais do seu corpo. E o primeiro passo é cuidar de um grande aliado: o sono.

 

VEJA: Como a meditação pode te ajudar a ser um MEI de sucesso

 

Qualidade de vida

A função do sono não é apenas descansar o corpo e a mente. Dormir também é fundamental para que nosso organismo mantenha o equilíbrio bioquímico, principalmente em relação aos processos de produção e liberação de hormônios. 

Os especialistas recomendam, em média, 8 horas de sono por dia, sem interrupções. Mas este número pode variar de acordo com a idade e necessidades de cada indivíduo.

Se a insônia der as caras, um hábito pode te ajudar: ler um livro ou uma revista para ficar mais relaxado – isso é o que recomenda Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos, e Bill Gates, fundador da Microsoft. Outras boas dicas são manter rituais de higiene e evitar o consumo de álcool. 

E, se falar dos prejuízos de uma noite mal dormida não foram suficientes pra te convencer, então aqui vai uma lista com os benefícios de uma boa noite de sono:

  • Aumenta o tempo de vida
  • Melhora o humor, a memória e a concentração
  • Mais disposição e energia
  • Melhora a saúde da pele

 

Esperamos que as dicas tenham sido úteis – e que possa haver equilíbrio entre negócios, lazer e saúde.

Até porque a #EquipeDicasMEI quer ver você bem-sucedido, mas também com qualidade de vida.