O comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI é responsável pelo varejo de itens como correias de transmissão, espelhos, bancos e estofados 100% de fábrica.

E para atuar como comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas, pode haver uma duvida: será que tem como ser MEI com esta profissão? Vejamos a seguir!

Comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas pode ser MEI?

Sim, a ocupação possui registro na Classificação Nacional de Atividades Econômicas e, portanto, pode atuar como Microempreendedor Individual.

O CNAE de comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas é 4541-2/06 – Comércio a varejo de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas.

Ao longo deste texto, você poderá conferir toda a hierarquia desta atividade!

Dúvidas comuns sobre a atividade de comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI

 A formalização como microempreendedor individual pode vir acompanhada de muitas dúvidas.

Por isso, preparamos uma sequência de perguntas e respostas para esclarecer os pontos mais importantes sobre a atividade de comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI. Confira!

– Quais as formas de atuação do comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI?

 O comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI tem um escopo de trabalho bem específico que é a venda de itens de fábrica para veículos automotores de duas rodas.

Portanto, para exercer o cargo, o profissional deve ter um catálogo de produtos que possa comercializar, além de entender como equipar as motocicletas e motonetas com estas peças e acessórios.

– Como abrir um MEI para comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas?

 Não existe uma longa lista de requerimentos para o profissional ter como abrir um MEI para comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas.

Primeiro, é preciso ressaltar que o processo é inteiramente gratuito!

E para estar apto a se formalizar como microempreendedor individual, o trabalhador não pode ser dono, sócio ou administrador de outra empresa, ter mais de um funcionário ou um faturamento anual superior a R$ 81 mil.

Cumprindo estas exigências, já deixe separado alguns documentos como RG, CPF, Título Eleitoral e Imposto de Renda e vamos ao passo a passo de como abrir MEI para comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas:

  1. Acesse o Portal do Empreendedor
  2. Clique no box que diz “Quero ser MEI”
  3. Entre em “Formalize-se”
  4. Faça seu cadastro na plataforma, informando os dados e documentos necessários
  5. Ao final do cadastro, será emitido o seu Certificado MEI. Guarde-o.
  6. Vá até a prefeitura de sua cidade para registrar o CNPJ no município.

Quando gerado o seu Certificado MEI, você já terá o número do seu CNPJ e, portanto, já está apto a emitir notas fiscais.

– Como funciona o MEI para comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas?

O MEI é uma forma simples e descomplicada do trabalhador autônomo poder fazer a sua contribuição para a Previdência, ter acesso a benefícios e poder emitir notas fiscais pelos serviços prestados e/ou produtos comercializados.

Mas, como todo profissional, para exercer a sua atividade formal, o comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI deve cumprir algumas obrigações, dentre elas o pagamento mensal do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), cujo valor é fixo e pode ser reajustado uma vez ao ano.

É por meio desta guia, por exemplo, que o comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas paga seus impostos.

Além disso, também é necessário realizar, uma vez ao ano, a Declaração Anual de Faturamento (DASN-SIMEI).

Com as obrigações em dia, o profissional fica assegurado quanto à aposentadoria por idade ou invalidez, pode acionar o auxílio-doença e o salário-maternidade quando necessário, além de ter facilidades na hora de solicitar crédito bancário.

O que não se encaixa nas atividades de comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas?

 A atividade de comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI é clara: itens novos voltados aos veículos automotores de duas rodas.

Portanto, a comercialização de objetos e acessórios usados, ainda que para esta especificação de motoristas, não estão enquadrados dentro deste CNAE.

O comércio varejista para bicicletas também não está dentro desta atividade.

Atividades permitidas para Comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI

Código Descrição
4541206 Comércio varejista peças, partes e acessórios para motocicletas, motos e motonetas, novas

CNAE Comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI

Hierarquia de atividades
Seção G Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas
Divisão 45 Comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas
Grupo G Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas
Classe 45412 Comércio por atacado e a varejo de motocicletas, peças e acessórios
CNAE 4541206 Comércio a varejo de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas

Ferramentas para a atividade de comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas

O comerciante independente de peças e acessórios novos para motocicletas e motonetas MEI irá precisar de um fornecedor destes itens e, claro, ter alguns deles em estoque para poder vender prontamente.

O conhecimento sobre estes veículos, peças e acessórios também é interessante para poder dar ainda mais credibilidade ao seu negócio.

Quer saber mais sobre os benefícios do MEI? Confira as dicas e saiba mais:
www.dicasmei.com.br/dicas/sobre-a-categoria-da-mei/beneficios-previdenciarios