O comerciante de material elétrico independente atua no varejo com a venda de pequenos itens, como lâmpadas, interruptores, cabos, fios e condutores. 

Este profissional pode oferecer seus produtos tanto em uma loja física quanto no ambiente online, por isso, o comerciante de material elétrico independente precisa estar antenado para descobrir qual o melhor formato para seu negócio. 

Comerciante de material elétrico independente pode abrir MEI? 

Esta pergunta é fácil de ser respondida: sim, o comerciante de material elétrico independente pode ser MEI e utilizar todas as vantagens provenientes desta modalidade. 

Tudo porque sua atividade está inserida no CNAE 4742-3/00 – Comércio varejista de material elétrico.

Dúvidas comuns sobre a atividade de comerciante de material elétrico independente MEI

Na hora de formalizar o negócio e, principalmente, dar aquele passo decisivo na vida profissional, muita gente acaba se sentindo inseguro, o que é muito natural. 

A famosa burocracia acaba assustando quem deseja empreender, contudo, o MEI chegou para facilitar a vida dos profissionais.

Para que você fique por dentro de tudo sobre este modelo, confira abaixo o guia completo que produzimos. 

– Quais são as formas de atuação do comerciante de material elétrico independente MEI?

O MEI para comerciante de material elétrico independente permite que este autônomo ofereça a seus clientes um grande gama de produtos, ainda que bastante específicos. 

Entre os artigos que este microempreendedor individual pode vender estão condutores elétricos, tomadas, cabos, lâmpadas, fios, interruptores, chaves elétricas e similares. 

– Como abrir MEI para comerciante de material elétrico independente?

Agora que você já sabe o que é comerciante de material elétrico independente, vamos explorar como realizar a abertura do MEI.

E neste momento, nem precisa se preocupar porque o processo é extremamente simples e rápido, além de gratuito. 

A primeira coisa a se fazer é acessar o site oficial do governo federal para abrir o MEI, estamos falando do Portal do Empreendedor. 

Nele, escolhe a opção “Quero ser MEI”, que aparece logo na página inicial. Depois, clique em “Formalize-se”.

A tela seguinte traz os campos que você deve preencher com seus dados pessoais. Feito isso, é hora de selecionar o CNAE de comerciante de material elétrico independente 4742-3/00.

Esta etapa é finalizada com a emissão automática do Certificado MEI, que contém o CNPJ do seu negócio. É importante guardar este documento. 

Por fim, dirija-se até a prefeitura de sua cidade para registrar o seu CNPJ e, assim, conseguir emitir notas fiscais e obter alvará, caso seja necessário para sua atividade. 

– Como funciona o MEI para comerciante de material elétrico independente?

Viu só como não tem segredo nenhum abrir o seu MEI? Bom, mas há alguns requisitos necessários para integrar este formato jurídico, confira abaixo.

  • Não ser sócio em outra empresa;
  • Possuir um faturamento anual de até R$ 81 mil;
  • Contratar apenas um funcionário para o seu negócio. 

Nada que seja complicado, mas vale ressaltar que é preciso cumprir todos eles para continuar usufruindo dos benefícios desta modalidade. 

Em relação às obrigações fiscais, o microempreendedor individual também conta com algumas vantagens. 

Mas isso quer dizer que o comerciante de material elétrico independente MEI paga imposto? 

Sim, é preciso pagar um imposto que é apresentado como uma contribuição mensal, cujo valor é fixo. É o famoso DAS MEI (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), que pode ser acessado pelo Portal do Empreendedor. 

Além deles, o profissional também precisa realizar a entrega anual de faturamento, a DASN SIMEI, sempre até o dia 31 de maio de cada ano. 

– Quais os benefícios do MEI comerciante de material elétrico independente?

Ao pagar o boleto DAS sempre em dia, o comerciante independente de material elétrico MEI tem acesso a aposentadoria, salário maternidade, pensão por morte e auxílio doença. 

E mais, o autônomo também pode contar com linhas de créditos facilitadas e uma carga tributária bem menor ao realizar a contratação de um funcionário para o seu negócio. 

– O que não se encaixa nas atividades de comerciante independente de material elétrico?

O CNAE de comerciante independente de material elétrico não engloba a venda de aparelhos de uso doméstico e pessoal, sejam eles elétricos ou eletrônicos. 

Além disso, não é permitido comercializar material elétrico para veículos e artigos de iluminação, como lustres, abajures e luminárias.

Abaixo, confira tudo sobre esta atividade e sua hierarquia. 

Atividades permitidas para Comerciante independente de material elétrico MEI

Código Descrição
4742300 Comércio varejista lâmpadas
4742300 Comércio varejista material elétrico para construção
4742300 Comércio varejista chaves elétricas, interruptores, tomadas
4742300 Comércio varejista chuveiros elétricos
4742300 Comércio varejista fios, cabos e condutores elétricos para construção

CNAE Comerciante independente de material elétrico MEI

Hierarquia de atividades
Seção G Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas
Divisão 47 Comércio varejista
Grupo G Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas
Classe 47423 Comércio varejista de material elétrico
CNAE 4742300 Comércio varejista de material elétrico

Ferramentas para a atividade de comerciante de material elétrico independente MEI 

Se desejar ter uma loja física, o comerciante de material elétrico independente MEI terá que adquirir alguns equipamentos, tais como computador, caixa registradora, impressora, além de ter um balcão de atendimento, prateleiras para estoque ou exibição dos produtos,embalagens, etc. 

Caso prefira comercializar online seus produtos, ainda assim precisará investir em embalagens, computador, impressora, além de realizar o envio sempre em dia dos artigos.