O comerciante independente de calçados é o profissional responsável por atender os clientes e dar suporte na escolha do modelo de calçado que mais se adequem às suas necessidades.

Por isso, é fundamental que o comerciante independente de calçados fique atento às novas tendências e saiba as especificidades de cada um dos produtos que vende. Só assim, ele poderá auxiliar seu público alvo da melhor maneira possível.

Comerciante independente de calçados pode ser MEI?

Da mesma forma que as demais 450 ocupações sem entidades de classe representativas, esta é uma profissão regulamentada para ter o registro de Microempreendedor Individual.

O código MEI de comerciante independente de calçados chama-se, na verdade, CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas). Todos os trabalhadores que se enquadram nesta categoria possuem sua profissão nesta lista.

E o CNAE de comerciante independente de calçados é 4782-2/01 – Comércio varejista de calçados.

É esta subclasse que o trabalhador autônomo deve inserir na hora de realizar o seu registro como Microempreendedor Individual.

Mas fique tranquilo, porque ao longo deste texto você verá a tabela com todas as informações e a hierarquia desta ocupação.

Dúvidas comuns sobre a atividade de comerciante independente de calçados MEI

É natural que os profissionais autônomos que queiram se formalizar como Microempreendedores tenham muitas dúvidas sobre como funciona todo este processo, quais são as responsabilidades e benefícios.

Por isso, confira abaixo as perguntas e respostas com tudo o que você precisa saber sobre a atividade de comerciante independente de calçados MEI!

– Quais as formas de atuação do comerciante independente de calçados MEI?

O comerciante autônomo de calçados femininos pode ser MEI, assim como aqueles que são especializados em sapatos masculinos ou infantis. Todos estão enquadrados nesta categoria.

Mas suas formas de atuação podem variar. O mais comum é abrir um pequeno negócio para atender os clientes de forma que eles possam ver e, também, provar cada calçado.

No entanto, quem preferir, pode fazer a sua divulgação por redes sociais, e-commerces ou ainda atender à domicílio.

Dentre os produtos comercializados por estes profissionais estão sapatos planos e de salto alto, tênis, chinelos, botas, sapatilhas, sandálias, pantufas, papetes, entre outros.

– Como abrir um MEI de comerciante independente de calçados?

É muito fácil de conseguir o registro de Microempreendedor Individual. Todo o processo é feito online e não há a necessidade de pagar taxas, ou seja, é totalmente gratuito.

Todavia, antes de qualquer coisa, é necessário conferir se sua ocupação está listada no CNAE. Como microempreendedor, é possível colocar tanto atividades primárias quanto secundárias para a certificação.

Portanto, pense bem antes de inserir a atividade secundária de comerciante independente de calçados. Se esta é a sua ocupação principal, ela deve ir na primeira categoria.

Outra premissa deste enquadramento é que o trabalhador autônomo não ultrapasse um faturamento de R$ 81 mil ao ano, nem seja dono, sócio ou administrador de outra empresa.

Caso precise de ajuda, o profissional pode contratar um funcionário em regime CLT, mas não mais do que isso.

Bom, e como abrir o MEI de comerciante independente de calçados?

O primeiro passo é acessar o Portal do Empreendedor, no site oficial do Governo Federal. Em seguida, clique em “Quero ser MEI” e vá até a opção “Formalize-se”.

É neste momento que começa a inserção de todas as informações sobre o seu negócio. Por isso, se prepare e tenha todos os documentos em mãos. Título de eleitor, CPF e RG serão necessários, além do CNAE de comerciante independente de calçados MEI, é claro.

Quando concluir a inscrição, você receberá de imediato o seu certificado MEI, no qual terá o seu CNPJ e registro na Junta Comercial.

Para poder emitir suas notas fiscais, basta ir até a prefeitura registrar este CNPJ no município de atuação.

– Como funciona o MEI para comerciante independente de calçados?

Quando o trabalhador autônomo resolve sair da informalidade pare regularizar a sua profissão, ele passa a ser visto perante a lei como uma pequena empresa. Em outras palavras, isso quer dizer que ele tem uma série de benefícios, mas também deve arcar com algumas obrigações.

Dentre as vantagens de ser comerciante independente de calçados MEI está a possibilidade de se aposentar por tempo de contribuição e também por invalidez.

Ainda, o profissional estará assegurado com o auxílio-doença em situações que ele tenha que ser afastado do trabalho por razões médicas. A categoria também oferece salário-maternidade e até pensão por morte.

No entanto, para poder ter acesso a todos estes benefícios, o comerciante de calçados MEI precisa pagar mensalmente um documento chamado DAS. É nesta guia que estarão todas as tributações da classe, então, sim é preciso pagar imposto.

É claro que as alíquotas para um microempreendedor são menores do que para médias e grandes empresas, mas isso não exime o trabalhador de estar em dia com o Fisco.

Fica por conta do DAS, por exemplo, a contribuição do trabalhador para o INSS e que, posteriormente, dá acesso aos benefícios citados anteriormente.

Além disso, uma vez ao ano será necessário realizar a Declaração Anual de Faturamento (DASN-SIMEI) que compreende os 365 dias do ano anterior ao vigente.

– O que não se encaixa nas atividades de comerciante independente de calçados MEI?

Este CNAE é exclusivo para calçados e não compreende o varejo de roupas ou ainda de artigos de viagem, por exemplo.

Ambas as ocupações podem obter o registro de Microempreendedor Individual, mas com uma classificação diferente. Por isso, é tão importante conferir o código MEI corretamente.

Atividades permitidas para Comerciante independente de calçados MEI

Código Descrição
4782201 Comércio varejista sapataria
4782201 Comércio varejista loja de sapatos
4782201 Comércio varejista tamancos
4782201 Comércio varejista calçados de qualquer material
4782201 Comércio varejista calçados desportivos
4782201 Comércio varejista sapatos
4782201 Comércio varejista sapatos esportivos
4782201 Comércio varejista tênis
4782201 Comércio varejista sandálias
4782201 Comércio varejista calçados de couro
4782201 Comércio varejista sapatênis
4782201 Comércio varejista calçados em geral
4782201 Comércio varejista de chinelos

CNAE Comerciante independente de calçados MEI

Hierarquia de atividades
Seção G Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas
Divisão 47 Comércio varejista
Grupo G Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas
Classe 47822 Comércio varejista de calçados e artigos de viagem
CNAE 4782201 Comércio varejista de calçados

Ferramentas para a atividade de comerciante independente de calçados MEI

O comerciante independente de calçados MEI irá necessitar de alguns itens para poder exercer a sua profissão.

O primeiro deles é, claro, um espaço para expor seus produtos. No caso de lojas físicas também é interessante ter cadeiras ou bancos para que os clientes possam sentar e provar os calçados.

Além disso, o trabalhador pode investir em espelhos, prateleiras, sacolas e caixas para guardar os sapatos e máquina de cartão de crédito e débito para facilitar os pagamentos.

Quer conferir dicas sobre conserto de sapatos? Confira tudo aqui!