O comerciante de artigos de armarinho vende aviamentos, ou seja, tudo o que está relacionado ao universo de corte e costura. 

Entre os produtos que o comerciante de artigos de armarinho independente oferece aos seus clientes estão linhas, zíperes, botões, agulhas, bordados, fitas, fechos de roupas e muito mais.

Comerciante de artigos de armarinho independente pode abrir MEI? 

Sim, o comerciante de artigos de armarinho independente pode ser MEI, pois esta função está qualificada no Catálogo Nacional de Atividades Econômicas. 

O enquadramento desta profissão é feito por meio do CNAE 4755-5/02 – Comércio varejista de artigos de armarinho.

Para entender melhor a hierarquia da atividade, consulte nossas tabelas ao longo deste texto. 

Dúvidas comuns sobre a atividade de comerciante de artigos de armarinho MEI

Para formalizar sua atividade, é normal que o autônomo tenha questionamentos sobre como funciona o MEI, afinal, trata-se de uma modalidade de pessoa jurídica. 

Mas não há motivos para preocupação, principalmente, porque montamos um guia completo com todas as informações sobre este modelo. Confira a seguir. 

– Quais são as formas de atuação do comerciante de artigos de armarinho MEI?

A atuação do comerciante de artigos de armarinho independente é bem específica. Este profissional pode vender aviamentos, como agulhas, linhas, tesouras, botões etc. 

Seja em seu próprio espaço ou de forma itinerante, seus produtos devem atender exclusivamente esse nicho de mercado, que oferece uma ampla gama de itens.

– Como abrir MEI para comerciante de artigos de armarinho independente?

Agora que você já sabe o que é comerciante de artigos de armarinho independente, chegou a hora de entender como é o processo de abertura do MEI, que é digital e totalmente gratuito. 

De forma simples, elaboramos um passo a passo para que você não encontre dificuldades, veja. 

1: Acesse o Portal do Empreendedor, escolha “Quero ser MEI” e clique em “Formalize-se”;

  1. 2. Realize seu cadastro preenchendo seus dados pessoais, entre eles nome, CPF, RG, telefone, endereço etc;

3: Marque o CNAE de comerciante de artigos de armarinho independente 4755-5/02;

4: Feito isso, o sistema vai gerar o Certificado MEI, que apresenta o CNPJ do seu negócio;

5: Por fim, registre o seu CNPJ na prefeitura, um procedimento que pode ser feito pela internet ou presencialmente, É isso que vai possibilitar a obtenção de alvará e também a emissão de notas fiscais.

E pronto! A partir daí, você já pode atuar como MEI e usufruir de todos os seu benefícios. 

– Como funciona o MEI para comerciante de artigos de armarinho?

O MEI ou Microempreendedor Individual surgiu, em 2008, como uma iniciativa do governo federal para facilitar o acesso de milhões de brasileiros a um enquadramento de pessoa jurídica de forma simples e sem custos. 

Esta é a maneira mais rápida e fácil de formalizar as mais de 400 atividades que compõem este modelo. 

Para integrá-lo, contudo, é preciso atender as três demandas abaixo: 

  • Ter um faturamento anual de até R$ 81 mil;
  • Não ser sócio em nenhuma outra empresa; 
  • Contratar no máximo um funcionário para seu negócio.

Com o cadastro finalizado e já desempenhando suas funções, o profissional terá que cumprir também com algumas obrigações fiscais. 

Mas, então, o comerciante de artigos de armarinho independente MEI paga imposto?

Paga sim, entretanto, isso é feito em forma de contribuição mensal e com valor fixo. Trata-se do conhecido boleto DAS MEI (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), que unifica impostos como ISS e ICMS.

Outro dever do microempreendedor individual é fazer a declaração anual de faturamento, a DASN-SIMEI. Todos os anos, até o dia 31 de maio, esta exigência deve ser cumprida. 

– Quais os benefícios do MEI comerciante de artigos de armarinho independente?

O profissional que opta pelo MEI encontra algumas vantagens em seu caminho, entre elas, o acesso a crédito facilitado e uma carga tributária baixa caso faça a contratação de um funcionário. 

Além disso, com o pagamento em dia do boleto DAS, o comerciante de artigos de armarinho MEI pode contar com todos os direitos previdenciários, tais como salário maternidade, aposentadoria, auxílio doença e pensão por morte. 

– O que não se encaixa nas atividades de comerciante de artigos de armarinho?

Existem algumas dúvidas em relação às atividades secundárias do comerciante de artigos de armarinho independente, mas é importante frisar que seu trabalho é bem específico.

Dessa maneira, estão excluídos deste CNAE o comércio varejista de tecidos, artigos de cama, mesa e banho, além da venda de produtos de tapeçaria, cortina e persianas. Todas estas funções pertencem a outras categorias.

Abaixo, conheça com mais detalhes a hierarquia do CNAE 4755-5/02.

CNAE Comerciante de artigos de armarinho independente MEI

Hierarquia de atividades
Seção
Divisão
Grupo
Classe
CNAE

Ferramentas para a atividade de comerciante de artigos de armarinho MEI 

Quem é comerciante de artigos de armarinho independente MEI pode atuar de duas formas: abrindo o seu espaço ou vendendo produtos de casa em casa, por exemplo. 

Para ambas as situações será necessário um certo investimento, seja em um espaço para montar a loja ou em um automóvel para se locomover e carregar seus itens. 

No caso de abrir seu negócio, algumas ferramentas de trabalho serão necessárias, como computador, caixa registradora, blocos de pedido, canetas, balcão, prateleiras, caixas organizadoras etc.