Bikeboy, Bikegirl ou simplesmente ciclista mensageiro são os termos designados ao profissional que faz entregas de encomendas e documentos em grandes centros urbanos.

Sustentabilidade é a palavra daqueles que trabalham com o Bike Courier, uma vez que as bicicletas são veículos que não poluem o meio ambiente.

E além de ser ecologicamente correto, o bikeboy (ciclista mensageiro) independente consegue fugir do trânsito caótico das grandes cidades e fazer entregas mais ágeis.

Bikeboy (ciclista mensageiro) pode ser MEI?

Inseridos na subclasse de Serviços de Entrega Rápida, o Bikeboy (ciclista mensageiro) independente pode sim ser MEI.

O registro é feito com base no CNAE 5320-2/02 de bikeboy independente e ao longo deste texto você poderá conferir a tabela completa com a hierarquia desta atividade.

Dúvidas comuns sobre a atividade de bikeboy (ciclista mensageiro) independente MEI

O registro MEI de bikeboy pode ocasionar algumas dúvidas, mas abaixo você encontra tudo o que precisa saber para empreender como ciclista mensageiro independente. Confira!

– Quais as formas de atuação do bikeboy (ciclista mensageiro) independente?

O bikeboy atua como entregador de encomendas e documentos, portanto, ele pode trabalhar de maneira autônoma para diferentes empresas, bancos e até aplicativos de delivery de comida e mercado.

A principal característica deste trabalho é a entrega rápida dos produtos e, por isso, as distâncias percorridas pelo ciclista mensageiro não são tão longas.

– Como abrir um MEI para bikeboy (ciclista mensageiro) independente?

O processo de abertura do MEI é simples, gratuito e pode ser realizado online. Para isso, basta acessar o Portal do Empreendedor na plataforma oficial do Governo Federal.

Ao entrar no site, você verá um box escrito “Quero ser MEI”. Clique nele e vá até a opção “Formalize-se”.

É nesta etapa que você irá se inscrever para conseguir o seu CNPJ de bikeboy MEI. Para isso, serão necessárias informações como nome completo, RG, CPF, endereço e título de eleitor.

Ao finalizar o cadastro MEI como ciclista mensageiro será gerado o certificado com o seu CNPJ. É importante guardar este documento já que ele contém todas as informações sobre o seu negócio.

E o último passo é ir até a prefeitura da sua cidade para registrar este CNPJ no município e poder emitir as notas fiscais.

– Como funciona o MEI para bikeboy (ciclista mensageiro) independente?

Para que o bikeboy tenha o seu registro no MEI, ele deve ter um faturamento anual de até R$ 81 mil e não ser dono, administrador ou sócio de outra empresa. Ainda, o seu negócio pode ter até um funcionário contratado em regime CLT.

Depois disso, a formalização é fácil de ser feita, como vimos no tópico anterior. Uma vez inscrito como Microempreendedor Individual, este profissional passa a arcar com as obrigações de um pequeno empresário, bem como a usufruir de alguns benefícios.

E a pergunta que não quer calar é: bikeboy MEI paga imposto? Sim, mas a tributação para o microempreendedor tem um valor mais baixo e é cobrada em um único documento: o DAS.

O Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) deve ser pago mensalmente pelo ciclista mensageiro independente. Nele já estão inclusos os impostos do Pis e Confins, ISS, entre outros.

A segunda obrigação do bikeboy MEI é a Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI), cuja data de entrega costuma ser até o dia 31 de maio do ano posterior. O não pagamento do DASN-SIMEI deixa o microempreendedor sujeito à multa.

Após falarmos sobre as obrigações, vem a melhor parte: as vantagens de ser ciclista mensageiro MEI. 

O pagamento mensal do DAS é uma forma de contribuição para o INSS, logo o bikeboy independente terá acesso aos benefícios previdenciários como aposentadoria por idade, salário-maternidade, auxílio doença e pensão por morte.

E por ser um microempreendedor, muitas instituições bancárias também oferecem serviços especiais como créditos com juros mais baixos.

Então, além de estar amparado legalmente, os bikeboys ou bikegirls também têm incentivos financeiros para abrir um MEI.

– O que não se encaixa nas atividades de bikeboy (ciclista mensageiro) independente MEI?

O código MEI de ciclista mensageiro independente tem uma subclasse bem específica. Isso quer dizer que o CNAE de bikeboys abrange serviços de entrega rápida de mercadorias do comércio varejista, de alimentação e até mesmo o delivery de jornais e revistas por assinatura.

Mas esta atividade exclui os serviços de entrega de malotes realizados pelo Correio Nacional, por exemplo. Por isso é sempre bom conferir corretamente o CNAE antes de abrir um MEI.

Atividades permitidas para Bikeboy (ciclista mensageiro) independente MEI

Código Descrição
5320202 Serviços de distribuição de jornais em domicílios
5320202 Serviços de coleta de encomendas
5320202 Serviços de entrega de jornais e revistas em domicílio sob contrato
5320202 Serviços de entrega rápida de encomendas por moto boy
5320202 Revistas jornais
5320202 Serviços de entrega de refeições, alimentos para restaurantes
5320202 Serviços de entrega de medicamentos

CNAE Bikeboy (ciclista mensageiro) independente MEI

Hierarquia de atividades
Seção H Transporte, armazenagem e correio
Divisão 53 Correio e outras atividades de entrega
Grupo H Transporte, armazenagem e correio
Classe 53202 Atividades de malote e de entrega
CNAE 5320202 Serviços de entrega rápida

Ferramentas para a atividade MEI de bikeboy (ciclista mensageiro) independente

A principal ferramenta do bikeboy MEI é, justamente, a bicicleta. Com ela, também será necessário o uso de capacete, joelheiras, cotoveleiras e colete com refletor.

No caso dos entregadores de comida, será necessária uma mochila térmica para armazenar os alimentos durante o transporte.